O CÉU EXISTE OU NÃO?

Na consciência do ser humano, existe sim. Também, num lugar determinado, onde há plenitude de consciência do Espírito. Quando nos libertarmos das nossas paixões e formos a um local espiritual de paz, esse será um Mundo Celeste. Mas, sem o carater eterno, sempre, portanto, provisório, facultando outro estágio mais elevado. Igualmente corresponde ao que se denomina inferno, como sendo o Umbral, uma região purgatorial, de sofrimento, sempre porém transitório. O carater de eternidade tem validade enquanto dura a aflição. Tudo está, portanto, em estágio relativo, porque absoluto é somente Deus.

Somos igualmente eternos a partir de quando fomos criados, porque não temos ideia de fim, enquanto o inferno termina quando o indivíduo muda de atitude mental e se eleva espiritualmente. Figurativamente, podemos dizer: ”…o meu remorso é um inferno…”; ”… a minha consciência de culpa é um inferno eterno…”. Na hora em que peço perdão à minha vítima, entro no céu, porque terminou o meu conflito.

(pergunta feita a Divaldo P. Franco – do livro do mês)